4 Dicas para superar os principais desafios de ser gerente no varejo

4 dicas para gerente

Por Loraine Firmino

É de se esperar que todos saibam a importância do gerente de loja no varejo. Ele é “os olhos do dono” sob todo o funcionamento e “a cabeça” que coordena a estratégia da empresa dentro dos domínios da loja. Mas o que ninguém nos conta quando viramos gerente, é que encontraremos desafios na jornada que se não soubermos lidar, pode findar em estresse para o líder e sofrimento para seus liderados.

Em minha primeira experiência como gerente de loja, me lembro amargamente de todos os desafios os quais não fui preparada para lidar, e que me custaram caro (financeiramente e emocionalmente). E vou te contar quais deles vejo hoje, como consultora do varejo, que são os princípios básicos para alavancar seu desempenho e te levar ao sucesso da gestão.

  1. Tenha um senso de urgência diferenciado

Muito se fala sobre ter senso de urgência no varejo, e que isso é um diferencial entre os profissionais. Basicamente, senso de urgência é o tempo que uma pessoa demora para começar uma tarefa. Um profissional com senso de urgência diferenciado mapeia a demanda antes mesmo dela surgir efetivamente, e inicia sua execução ou planeja artifícios para desenvolvê-la sem passar por uma crise. Por exemplo, se a loja precisa fazer a troca de preço no início do mês, então no último dia do mês a equipe do fechamento já estará orientada a retirar os preços antigos e imprimir os novos, para que a equipe de abertura faça a substituição logo no primeiro horário.

Além disso, pessoas com bom senso de urgência identificam rapidamente possíveis problemas que acontecerão na execução dos processos, e tratam logo de pensar em uma possível resolução.

Para desenvolver: Sabotadores do senso de urgência são: medo, insegurança, comodismo e falta de autoestima. Se conseguir identificar seus sabotadores já estará consciente, e isso já será um importante passo para superá-los.

 

  1. Saiba diferenciar: importante de urgente

Primeiro, você vira gerente e recebe uma lista de atividades que parece que não tem fim. A impressão que temos é que o dia precisaria ter umas 72 horas para conseguir finalizá-la. Mas isso acontece porque em nossa percepção de gerente de loja, tudo é importante demais e urgente demais.

Tarefas importantes são aquelas que precisam ser realizadas para chegar ao objetivo geral da empresa, como por exemplo a reposição de mercadorias que se não for feita não teremos produtos para ofertar ao cliente. Já tarefas urgentes são aquelas que precisam ser feitas imediatamente para evitar consequências desagradáveis, como por exemplo uma geladeira de farmácia que armazena medicamentos. O gerente precisa tomar medidas para sua manutenção ou perderá os medicamentos termolábeis.

Uma das ferramentas que mais utilizo quando estou com excesso de demandas, e preciso tomar a decisão de por onde começar, é a “matriz de Eisenhower”. Comece definindo o que é importante e não importante (mas necessário), urgente e não urgente, e insira no gráfico. Nele você conseguirá definir quais atividades você deve priorizar, agendar, delegar ou eliminar da sua lista.

  1. Trabalhe em sua gestão de tempo

Se seu dia tivesse aquelas 72 horas como você gostaria, você conseguiria realmente realizar todas as atividades da sua lista ou arrumaria mais atividades para incluir nela?

Um dos meus erros iniciais na gestão de loja era não saber gerenciar meus horários e as prioridades do dia. Mais uma vez, saber o que é prioridade e urgente te ajuda nessa empreitada.

Inserir na sua rotina o hábito de usar uma agenda, digital ou de papel, ajuda muito a alinhar seus horários e pautas do dia e com isso mapear quanto tempo leva para fazer cada tarefa. No começo exige bastante disciplina, afinal nosso cérebro quer armazenar todas as informações, mas com o tempo você passa a registrar todos os compromissos.

Uma “super-dica” é, pare de fazer 10 coisas ao mesmo tempo e passe a finalizar o que é iniciado. Você já deve ter ouvido a expressão “querer abraçar o mundo com as pernas”, e isso é muito importante (até para a sua saúde mental) pois quando temos coisas demais sob nosso domínio, o desgaste é inevitável e o sentimento de fracasso que ficamos por não ter finalizado as tarefas iniciadas deixa a sensação ao cérebro de que trabalhamos demais e produzimos pouco.

  1. Treinamento também faz parte da gestão de pessoas

Inúmeras vezes culpei o RH pelo pouco treinamento que eu e minha equipe tivemos. Em parte, eu podia ter razão, mas a empresa não é, sozinha, responsável por preparar eu e minha equipe para o sucesso do dia-a-dia.

Para fazer uma gestão de pessoas eficiente, você gerente, precisa aprender que treinamento constante e consistente impulsiona seu time. Portanto, além dos treinamentos disponíveis pelo RH precisamos construir o hábito de treinar um pouco todos os dias nossos profissionais.

Conhecer sobre os produtos que vendemos é a demanda básica de treinamento em todas as lojas, mas algo que quase não presencio nas empresas é uma equipe de vendas treinada para o atendimento. Estou falando sobre como o vendedor recebe o cliente, identifica seu perfil, dribla as objeções e dúvidas, apresenta uma solução e como ele constrói o relacionamento que vai fazer esse cliente só comprar na sua empresa.

Treinar sua equipe eleva o nível de atendimento, e isso precisa estar muito claro para você. Um colaborador com um alto nível de conhecimento passa segurança na venda, e o cliente se sente confiante em voltar. E o melhor, colaborador treinado sabe sair de situações de conflito entre ele e o cliente, sem estresse e poupando-nos do desgaste da frase “quero falar com o gerente”!

Mas para treinar seu time, você também precisa buscar maiores fontes de conhecimento. Um líder precisa trabalhar seu próprio desenvolvimento e aptidão, elevando o nível de suas próprias habilidades e estar disposto a melhorar a capacitação do seu time.

Aqui na Priorize além de consultorias especializadas para ajudar cada empresa no varejo, também temos cursos à distância para desenvolver competências em profissionais e líderes de forma 100% online e que você possa encaixar nos dias e horários que forem melhores para você.

Conheça nosso treinamento:

  • Gestão de conflitos: saiba como aproveitar os conflitos de forma positiva na sua empresa!
  • Programe-se para o Sucesso: aprenda técnicas de programação neurolinguística que vão te auxiliar a chegar onde você gostaria mais rápido!
  • Formação de Atendente de Farmácia: ideal para funcionários que estão começando no ramo farma ou para desenvolver talentos na equipe!

 

E aí, o que você vai começar a trabalhar hoje para superar esses e outros desafios?

 

Quer receber mais informações como essas? Assine nossa newsletter! Todos os meses enviamos uma seleção dos melhores assuntos e as novidades da Priorize para você!

Conheça as soluções da Priorize Gestão!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Posts relacionados

Virei gestor e agora?

Virei gestor e agora?

Ser gestor de quipes em um negócio de sucesso é o que muitos de nós desejamos para nossa carreira. Nos espelhamos nos gestores que tivemos

Leia mais »
Fale conosco!
Fale conosco!